A prescrição digital traz inúmeros benefícios, podendo ser usada tanto em consultas no modelo tradicional, como à distância, por telemedicina. São muitas as vantagens e facilidades, sem contar a segurança. 

A prescrição de medicamentos é um dos procedimentos mais conhecidos e comuns do atendimento médico. Os receituários são uma marca registrada. No entanto, mesmo com a tecnologia adentrando em nossas vidas e nos consultórios, trazendo cada vez mais facilidades, o papel e a caneta ainda seguem nos dias de hoje como protagonistas em muitas clínicas.  

Estamos falando de um hábito, que assim como qualquer outro, não é fácil de ser abandonado. Existe um certo receio de sair da zona de conforto, enxergando a prescrição digital como um fator complicador. Tanto que a pergunta clássica sempre é: “Por que mudar algo que já funciona há tanto tempo?”. Mas, a resposta, na verdade, é outra pergunta: “Por que não mudar?”.  

A tecnologia se faz cada vez mais presente em praticamente tudo na nossa vida. Nas clínicas e nos consultórios médicos não é diferente. Com a pandemia e o isolamento social, a tecnologia ganhou ainda mais os holofotes, como todos já sabemos.

Nesse cenário, a telemedicina e a prescrição digital tornaram-se artigos de primeira necessidade e ganharam notoriedade e espaço. Viraram mais do que uma alternativa, tornaram-se uma necessidade. 

Estamos falando não só de modernizar processos, mas também de trazer recursos que suportem a decisão clínica. Depois de toda essa contextualização, você deve estar se perguntando… Mas afinal, como funciona um receituário médico digital?

Leia também: Pesquisa com médicos da Memed revela preferência por plataformas de prescrição inteligente

Como funciona a receita digital?

Há quem pense que uma solução de prescrição digital é o mesmo que usar um editor de textos, imprimir ou enviar por e-mail a receita médica digital para o paciente. Mas, não é. Para uma receita médica digital ser aceita ela precisa ter a assinatura digital do médico, o que funciona como uma espécie de senha criptografada que garante a segurança no processo. 

O atendimento à distância exigiu adaptações e entender como funciona a receita digital é o primeiro passo para uma adequação. Um dos desafios foi como garantir essa etapa tão importante do atendimento médico, como a prescrição, e viabilizar o acesso da população aos medicamentos? 

Afinal, as farmácias só aceitam receitas originais, não é mesmo? Quando não é possível obtê-las, de forma física, é hora de o receituário médico digital entrar no jogo. 

Imagine a possibilidade de ter um “braço direito” para te auxiliar durante um atendimento? 

A intenção de uma plataforma que oferece a possibilidade de oferecer prescrição médica digital é justamente essa: atuar como uma ferramenta que facilita o dia a dia do médico.

 A Memed, por exemplo, é uma plataforma de prescrição médica digital gratuita e oferece mais 85 mil itens cadastrados para auxiliar a vida do médico ao fazer suas receitas médicas digitais.

A Memed oferece receita digital e traz recursos extras para apoio, como uma base de dados de medicamentos e exames, que aliada às ferramentas de apoio à decisão clínica, auxilia os médicos a tomarem suas decisões. 

É possível saber quando um medicamento interage com outro, por exemplo, ou até quando o paciente tem alergia a algum princípio ativo do medicamento receitado – tudo em tempo real. Além disso, também é possível verificar se aquele medicamento é caro demais ou se está descontinuado. Tudo de forma bem simples e intuitiva. 

Confira no vídeo abaixo como fazer uma prescrição digital de forma rápida e segura: 

Mas, afinal, quais vantagens que tenho utilizando uma prescrição digital?

Quais as vantagens da prescrição digital? 

Ao ver como funciona a receita digital, você já percebeu alguns benefícios, não é mesmo? Mas as vantagens são muitas. Veja a seguir alguns pontos que podem ajudar a trazer clareza com relação às vantagens da prescrição digital.  

  • Mais segurança: Ao contrário do que muitos pensam, a receita no formato digital é muito mais segura do que a tradicional em papel. Os dados são criptografados. Um carimbo e uma assinatura “físicos” são muito mais simples de serem falsificados do que a certificação digital, usada na prescrição médica digital.
  • Ela evita incompreensões: A expressão “letra de médico” é bastante conhecida e deixou de ser um jargão na saúde. Muitos profissionais são questionados por sua caligrafia e o Código de Ética do Conselho Federal de Medicina prevê até punições por conta disso. A prescrição digital elimina ao menos essa preocupação da ilegibilidade da receita.
  • Redução de custos nos consultórios: Para estar habilitado a emitir receitas digitais, o médico tem um custo aproximado de R$ 100 por ano para obter seu certificado digital. Em contrapartida, os valores gastos com gráficas para impressão de receituário médico digital simples, especial e atestados, podem ultrapassar facilmente a casa dos R$ 2.000 por ano. Isso sem falar que a plataforma de receita médica digital da Memed é gratuita.

Agora que você viu as vantagens da prescrição digital, percebeu que as receitas médicas digitais realmente vieram para ficar, certo? Que tal se cadastrar agora em nossa plataforma e começar a usar já essa facilidade que é gratuita? 

Gostou do conteúdo?