A tecnologia tem sido uma aliada fundamental na área da saúde. Em especial no último ano, com a irrupção da pandemia de Covid-19, diversas ferramentas foram desenvolvidas e aprimoradas para auxiliar profissionais da saúde e pacientes. A telemedicina, por exemplo, foi regulamentada em caráter emergencial pelo Ministério da Saúde a partir da Lei Federal nº 13.989/2020, possibilitando novas formas de atendimento clínico em tempos de distanciamento social. Por meio deste recurso, foi possível viabilizar a realização de consultas, emitir laudos, prescrever receitas eletrônicas e até mesmo, fazer exames e diagnósticos sem que o paciente tenha que se deslocar até o consultório.

Além disso, para facilitar o dia a dia dos médicos e ainda garantir total segurança ao paciente, o Conselho Federal de Medicina liberou o uso de plataformas online para a emissão de prescrições e atestados médicos digitais. O serviço surge como alternativa para também auxiliar a comunicação entre funcionários e empregadores, que passam a conseguir apresentar o documento para as empresas mesmo à distância.

Mas afinal, como funciona o atestado médico digital?

Para realizar a emissão do atestado digital, é necessário que o médico siga alguns passos. Primeiro, o profissional da saúde precisa ter acesso a algum sistema de prontuário eletrônico, telemedicina ou uma plataforma de prescrição digital. Além disso, para garantir a segurança e a validade das informações, o médico deve ter uma assinatura eletrônica qualificada, conforme a Lei n° 14.063, de setembro de 2020. A lei da assinatura digital assegura que documentos assinados digitalmente tenham o mesmo valor legal do que aqueles que foram assinados a próprio punho com papel e caneta.

O médico cadastrado na plataforma da Memed, por exemplo, consegue emitir um atestado acessando a seção de “protocolos”, onde há um modelo próprio para atestados para que o profissional insira as informações necessárias. Nesta página, o médico tem total liberdade para utilizar este documento padrão ou, caso preferir, personalizar da forma que considerar mais conveniente, bem como criar um texto livre de acordo com a necessidade específica de cada paciente.

O paciente por sua vez, recebe seu atestado de maneira prática e simples. Por meio de um link via SMS, WhatsApp ou e-mail, o usuário tem em suas mãos os dados fornecidos pelo profissional da saúde. Essas informações ficam armazenadas em um sistema baseado em nuvem e podem ser consultadas a qualquer momento. Para apresentar o documento no ambiente de trabalho, o empregador recebe o atestado da mesma forma. A empresa ainda pode consultar a validade do certificado e a veracidade do médico prescritor. Basta acessar o site do ITI, no qual é possível comprovar a validade do atestado por meio da assinatura digital.

Benefícios do atestado médico digital

Um dos principais ganhos proporcionados por este serviço é a agilidade de processos e a comunicação entre médico, paciente e gestor, principalmente neste momento em que as medidas de distanciamento social e o modelo de trabalho remoto continuam em vigor em grande parte das companhias. A segurança promovida pelo armazenamento em nuvem é outro ponto importante com relação aos benefícios, uma vez que evita rasuras ou que o atestado seja perdido ao longo do tempo. Além disso, o formato digital proporciona mais legibilidade, solucionando um problema comum nos consultórios em relação ao entendimento da grafia dos médicos.

O atestado digital contribui ainda para evitar fraudes e falsificação de atestados, assegurando tanto para a empresa como para o funcionário a veracidade do atendimento e da qualificação do profissional para recomendar o afastamento do convívio temporário de outras pessoas ou atividades.

No contexto do ecossistema digital de saúde, o atestado médico digital veio para promover a economia do papel, a velocidade e a detenção da informação pelo paciente com relação a sua saúde e, ainda, possibilitar uma comunicação ágil entre prescritor e instituição empregadora ou instituição de ensino. E, em tempos de pandemia, ajuda a proteger o paciente ao não precisar se deslocar para entregar o atestado presencialmente.

Quer conhecer mais sobre prescrições e atestados digitais? Acompanhe o blog da Memed e fique por dentro de tudo sobre o universo de saúde digital.

________________________________________________________________________________________

Você médico (a) quer saber mais sobre outras inteligências e descobrir como elas podem te auxiliar na tomada de decisão? Cadastre-se já.