Cada vez mais novas tecnologias estão sendo incorporadas aos serviços de promoção à saúde. Uma delas se refere à gestão de dados dos pacientes no prontuário médico.

Durante muito tempo, o registro do histórico de atendimentos, exames, medicamentos, doenças e tratamentos era feito exclusivamente em prontuários de papel.

Hoje em dia, com os avanços tecnológicos, esses dados podem ser armazenados em formato digital no prontuário eletrônico do paciente.

Isso facilita a rotina dos estabelecimentos de saúde e o acompanhamento da evolução dos pacientes, permitindo que os profissionais de saúde ofereçam um atendimento mais eficaz e personalizado.

Pensando nisso, elaboramos este conteúdo para explicar o que é prontuário eletrônico e quais as vantagens de aderir a esse formato.

Além disso, você também vai conferir como funciona o software de prontuário médico eletrônico gratuito do Governo Federal e se vale a pena investir em um sistema pago de prontuário eletrônico do paciente.

Leia também em nosso blog: Integração entre sistemas e o ecossistema digital de saúde

O que é prontuário eletrônico?

O prontuário médico é um documento que reúne anotações, exames de diferentes tipos, histórico de tratamentos, medicamentos dos quais o paciente já fez ou faz uso atualmente, alergias, cirurgias e vários outros fatos médicos e dados clínicos de uma pessoa.

No prontuário eletrônico do paciente, essas informações ficam disponibilizadas em uma plataforma virtual e não mais em papel.

Pelo computador, tablet ou celular, médicos e outros profissionais da área podem acessar as informações sobre seus pacientes.

Com o prontuário médico eletrônico, é possível ter um entendimento mais amplo e claro sobre a situação do paciente, automatizando tarefas que antes eram feitas manualmente.

Veja também: Atestado médico digital: como funciona e quais os benefícios deste serviço?

Quais as vantagens do prontuário médico eletrônico?

Para que você entenda melhor o que é prontuário eletrônico, é importante destacarmos algumas de suas principais vantagens.

O prontuário médico eletrônico é uma ferramenta que auxilia a fazer diagnósticos mais precisos e oferecer tratamentos mais adequados. Isso porque as informações ficam centralizadas e podem ser facilmente acessadas, evitando longas consultas em documentos de papel.

Outro benefício do prontuário eletrônico é a possibilidade de realizar integrações com outros sistemas. Dessa forma, consegue-se acessar com agilidade informações sobre tratamentos e consultas feitas em outras unidades de saúde públicas ou privadas.

Também vale a pena destacar a redução de custos que o uso dessa inovação tecnológica pode representar.

Segundo uma pesquisa realizada pela Universidade de Michigan, a implementação de prontuários eletrônicos é capaz de reduzir os custos de atendimento clínico e ambulatorial em aproximadamente 3%. Isso equivale a uma economia de cerca de R$ 30,00 ao mês por paciente.

Além disso, os sistemas que hospedam o prontuário eletrônico dos pacientes são seguros. As informações só podem ser acessadas por pessoas autorizadas.

Há também de se mencionar a significativa redução de falhas humanas e o aumento da produtividade dos times de saúde.

Assim, os profissionais perdem menos tempo tanto na hora de procurar as informações, como no momento de coletar e arquivar esses dados. Além disso, as informações ficam mais organizadas e acessíveis, o que facilita também sua atualização.  

Veja mais: Prescrição digital: Quebrando paradigmas na saúde

Software de prontuário eletrônico gratuito

Em julho de 2021, o Ministério da Saúde lançou o sistema Conecte-SUS Profissional.

Trata-se de um software de prontuário eletrônico gratuito que reúne todas as informações sobre o paciente relacionadas, por exemplo, a internação, vacinação, medicamentos, cirurgias etc.

Médicos de todo o Brasil podem acessar por meio do Conecte-SUS todo o histórico clínico dos pacientes na rede de saúde pública e privada do país.

Sempre que as informações do prontuário forem atualizadas, o paciente receberá uma notificação pelo aplicativo do Conecte-SUS Cidadão.

Veja mais sobre o prontuário eletrônico Conecte-SUS neste vídeo do Ministério da saúde:

Leia mais: Agendamento de exames e a transformação digital

Devo investir em um software de prontuário médico eletrônico pago?

Ao escolher o sistema ideal para prontuário médico eletrônico, é necessário considerar as necessidades do consultório, clínica, hospital ou unidade de saúde.

A partir do  momento em que você decidir investir em um prontuário eletrônico para seu estabelecimento, é preciso considerar o que o software vai lhe oferecer.

De fato, o sistema gratuito do governo federal é uma boa alternativa. No entanto, pode ser que você precise de uma solução mais completa e com recursos mais avançados.

É importante que você considere na sua escolha a infraestrutura dedicada à segurança de dados, a facilidade de uso da plataforma, o quanto você está disposto a investir e o retorno esperado desse investimento.

Outros apps que facilitam a vida de médicos e pacientes

Além do prontuário médico eletrônico, já pensou em uma ferramenta online que auxilia-se na hora de fazer a prescrição?

Pois saiba que ela já existe e muitos médicos e empresas da área de saúde já usam, inclusive ele está integrada a muitos sistemas de prontuário eletrônico.

Veja mais sobre essas e outras soluções tecnológicas para médicos neste webinar gravado:

Saiba mais: Ecossistema digital de saúde: o que é e como funciona?

A Memed é uma plataforma de prescrição digital GRATUITA. Ela ajuda médicos, farmácias e pacientes por meio da automatização das receitas e uso de inteligência artificial. Assim, entre outros benefícios, alerta no caso de interações medicamentosas, conta com base de dados com bulas e tratamentos e, além disso, receita vai direto para o celular do paciente, via SMS ou WhatsApp.