As vitaminas essenciais são compostos orgânicos dos quais o nosso organismo precisa para fazer com que nossos tecidos, órgãos e sistemas possam funcionar normalmente.

O metabolismo humano depende de bons níveis das principais vitaminas importantes para o corpo. Sem elas nós ficamos mais suscetíveis a desenvolver diferentes problemas de saude, comprometendo a nossa qualidade de vida.

Neste artigo, vamos explicar o que são as vitaminas, quantas vitaminas existem, os diferentes tipos e por que elas são tão importantes para o nosso organismo.

Continue a leitura para descobrir também quais são cada uma das vitaminas essenciais:

  • Vitamina A; (Retinol)
  • Vitaminas do Complexo B:
    • B1; (Tiamina)
    • B2; (Riboflavina)
    • B3; (Niacina)
    • B5; (Ácido Pantotênico)
    • B6; (Piridoxina)
    • B8; (Colina)
    • B9; (Ácido Fólico)
    • B12; (Cobalamina)
  • Vitamina C; (Ácido Ascórbico)
  • Vitamina D; (Calciferol)
  • Vitamina E; (Tocoferol)
  • Vitamina K. (Menadiona)

Veja também como elas atuam no nosso corpo, em que alimentos é possível encontrá-las e os benefícios que elas representam para a nossa saúde.

O que são as vitaminas?

As vitaminas que o corpo precisa diariamente são substâncias orgânicas responsáveis por executar reações químicas no nosso organismo e promover principalmente o fortalecimento do nosso sistema imunológico.

Algumas vitaminas nosso corpo é capaz de produzir, como por exemplo a Vitamina D (em contato com o sol) e a vitamina B12 (que mais precisamente é produzida por bactérias que vivem em nossa flora intestinal), porém todas elas, podem ser incorporadas no nosso dia-dia através da alimentação.

Podemos encontrá-las também em cápsulas vitamínicas ou, em caso de necessidade de uma rápida absorção, através do meio injetável (injeções). Porém, é muito importante estar orientado por um profissional de saúde antes de iniciar o uso.

Cada uma das vitaminas que o corpo precisa diariamente exerce um papel importante para o funcionamento de diferentes partes do nosso organismo, prevenindo problemas de saúde e potencializando a resposta imunológica.

Leia também: Saúde do Idoso e Prescrição Segura

Selecionamos este vídeo do canal Bóson Ciências e Cultura que deixa ainda mais claro o que são vitaminas e suas funções:

Quantas vitaminas existem?

Existem 13 vitaminas essenciais para que o organismo humano possa cumprir as suas funções metabólicas normalmente.

Mas, antes de apresentarmos uma a uma, é importante explicarmos que há dois tipos de vitaminas que o corpo precisa diariamente: as lipossolúveis e as hidrossolúveis.

Vitaminas lipossolúveis

As vitaminas do tipo lipossolúvel são aquelas que se dissolvem na presença de lipídeos – ou seja, gordura. Nesse caso, as gorduras presentes nos alimentos auxiliam nosso corpo a absorver essas vitaminas.

Essas vitaminas podem ficar armazenadas em diferentes locais do nosso corpo, como no fígado (vitaminas A, D e K) e em tecidos gordurosos (vitamina E).

Vitaminas hidrossolúveis

Já as vitaminas hidrossolúveis são dissolvidas na presença de água. Diferentemente das que citamos anteriormente, vitaminas desse tipo não se acumulam no organismo e são expelidas na urina quando se encontram em quantidades superiores ao necessário.

Por isso, algumas vitaminas precisam ser ingeridas diariamente, como é o caso daquelas pertencentes ao complexo B e a vitamina C.

Este post também pode interessar a você: Qual a importância da abordagem centrada na pessoa?

Fomos buscar mais este vídeo que, entre diversas outras informações, traz mais detalhes sobre as vitaminas hidrossolúveis e lipossolúveis:

13 vitaminas essenciais para o bom funcionamento do corpo humano

Como bem mencionamos no tópico anterior, existem 13 vitaminas essenciais, das quais o nosso organismo precisa para garantir o pleno funcionamento de nossas células, tecidos, órgãos e sistemas.

Conheça a partir de agora cada uma dessas vitaminas essenciais e entenda como elas atuam no nosso corpo e as vantagens que elas representam. 

1 – Vitamina A

Iniciando a lista de principais vitaminas para o corpo humano, temos a vitamina A. Ela possui função antioxidante, ação anti-inflamatória e tem em sua característica a renovação e preservação celular, atuando contra o envelhecimento das células.

Além disso, a vitamina A contribui também para a saúde dos olhos, da pele e do sistema reprodutivo.

A Vitamina A contribui para a manutenção da saúde da visão, da pele, da função reprodutora e na regulagem de gordura corporal. Tem também um papel importante como vitamina antioxidante.

Essa vitamina essencial pode ser encontrada em alimentos como cenoura, batata doce, óleo de peixe, fígado bovino e vegetais de cor verde escuro.

Aproveite e confira um pouco mais sobre a vitamina A:

2 – Vitaminas do Complexo B

O Complexo B é composto pelas seguintes vitaminas:

1 – B1

A vitamina B1 é extremamente necessária para o bom funcionamento do nosso sistema circulatório, do sistema nervoso e do metabolismo.

A Tiamina, como também é chamada a B1, quando se encontra deficitária no organismo humano, causa fraqueza, perda de apetite, letargia (que é um estado de cansaço, falta de energia), alterações cardíacas, irritabilidade e até mesmo desordens neurológicas.

A vitamina B1 pode ser encontrada em alimentos como feijão, nozes, berinjela, carne bovina e de frango e cereais integrais.

2 – B2

A vitamina B2 – ou Riboflavina – está presente em carne, peixe, ovo, frutos do mar, cereais integrais e leguminosas.

Ela atua na produção de células do sangue e no processo de metabolismo, atuando na saúde dos olhos, pele e boca. Ela também ajuda a diminuir a frequência e intensidade de enxaqueca. 

Feridas no canto da boca e dos lábios, língua inflamada, vista cansada e sensibilidade à luz são alguns dos sintomas de deficiência de vitamina B2.

Além disso, a falta de vitamina B2 pode causar anemia e retardar o crescimento de crianças e adolescentes.

3 – B3

A vitamina B3, que também recebe o nome de Niacina, pode ser obtida a partir da ingestão de alimentos como amendoim e outras oleaginosas.

A vitamina B3 é essencial para o sistema nervoso e para a produção de energia. Ela controla o colesterol, cuida da saúde da pele, dos ossos e atua na prevenção e manutenção de doenças como câncer e diabetes. Sua carência no organismo pode levar a dermatite e diarréia. Por outro lado, o excesso de Niacina pode ocasionar lesões no fígado e aumento nos níveis de glicose (açúcar) no sangue.

4 – B5

A vitamina B5 – Ácido Pantotênico – está presente em praticamente todos os alimentos que costumamos ingerir no nosso dia a dia, como os alimentos de origem animal (carne, leite, ovo etc), grãos, legumes e verduras escuras.

Basicamente, a vitamina B5 é responsável pela quebra dos carboidratos e produção de energia. É essencial para o funcionamento adequado do nosso metabolismo pois, ela ajuda a transformar toda a gordura e carboidratos que ingerimos em energia.

Ela atua no combate ao colesterol alto e, por ser importante para a produção de hemácias (células sanguíneas que levam oxigênio por todo nosso corpo), ajuda no processo de cicatrização, além de prevenir a fadiga, doenças cardíacas e sintomas relacionados à depressão.

Apesar de dificilmente apresentarmos déficit desta vitamina no nosso organismo, os baixos níveis de B5 podem causar insônia, fadiga, queda na resposta imunológica e câimbras.

5 – B6

A vitamina B6, ou Piridoxina, é uma das protagonistas atuantes em nosso metabolismo, atuando também para o melhor funcionamento dos nervos e para a formação de hemácias.

Dificilmente ocorre a ausência desta vitamina de maneira isolada, pois a vitamina B6 está presente na maioria dos alimentos que consumimos. No entanto, isso pode acontecer através do consumo excessivo de bebidas alcoólicas e de determinados medicamentos.

As consequências do baixo nível de vitamina B6 vão desde formigamento nas mãos e nos pés até fissuras nos lábios e confusão mental.

A Piridoxina pode ser encontrada em alimentos como alho, espinafre, banana, aves, peixes e abacate. 

6 – B8

A vitamina B8 é uma das que o próprio corpo produz em pequenas quantidades através da flora intestinal. Porém, a Biotina, como também é chamada a vitamina B8, pode ser encontrada em alimentos como cogumelos, espinafre e leite.

Essa vitamina ajuda a fortalecer a pele, as unhas e o cabelo, além de controlar a glicemia. Quando em deficiência no organismo, a vitamina B8 pode causar furúnculos, dermatite, dores musculares e anemia (baixo índice de ferro no sangue).

7 – B9

A vitamina B9 – ácido fólico – é considerada uma das vitaminas essenciais porque atua como intermediária em várias reações metabólicas do nosso corpo, sendo necessária para formação de proteínas e no crescimento e divisão das células, ajudando na recuperação de doenças.

Especialmente em mulheres grávidas, o ácido fólico ajuda a proteger o feto e atua na formação do tubo neural (estrutura que dará origem ao cérebro e a medula do bebê) – principalmente no primeiro mês de gestação.

Pessoas com déficit de vitamina B9 podem sofrer fortes dores de cabeça, cansaço e dificuldade para memorização e ainda desenvolver anemia.

Espinafre e beterraba são exemplos de alimentos ricos em ácido fólico e que podem ser incorporados à sua dieta.

8 – B12

A vitamina B12 também é um exemplo de vitamina que pode ser produzida pelas bactérias do nosso intestino grosso. Porém, a quantidade que produzimos não é suficiente para suprir as necessidades do nosso organismo.

Por isso, recomenda-se inserir na dieta carnes, produtos lácteos e ovos para que o corpo possa absorver as quantidade ideais de vitamina B12.

Baixos níveis de vitamina B12 no organismo podem levar à anemia, fadiga, problemas bucais, problemas de memória e distúrbios gastrintestinais.

Vídeos ajudam a entender melhor os assuntos, por isso, trouxemos mais este para você, com um resumo esquemático sobre as vitaminas do complexo B:

3 – Vitamina C

Assim como a vitamina A, a vitamina C também pertence ao grupo das hidrossolúveis.

Também conhecida como ácido ascórbico, a vitamina C pode ser encontrada em frutas ácidas, como laranja, limão, abacaxi, acerola, tangerina e kiwi. Couve, brócolis, agrião e o pimentão amarelo também são exemplos de alimentos ricos em vitamina C.

O ácido ascórbico é extremamente valioso para o fortalecimento do nosso sistema imunológico. Ele estimula a produção de glóbulos brancos, que são as células responsáveis por fazer a defesa do nosso organismo e combater microorganismos invasores.

A vitamina C também contribui para a produção de colágeno e favorece a absorção do mineral ferro, o qual é muito importante para prevenir e combater a anemia.

Para um melhor aproveitamento da vitamina C, recomenda-se consumir o alimento imediatamente após o seu preparo. Isso porque, com o tempo, o alimento acaba se oxidando e perdendo sua riqueza vitamínica.

4 – Vitamina D

A vitamina D é uma substância muito importante, pois regula a absorção de cálcio e de fosfato no organismo.

Além disso, a vitamina D é uma grande aliada da imunidade, controla a pressão arterial e possui ação antioxidante, evitando o envelhecimento celular. ela atua na saúde óssea, no crescimento, musculatura e atua em órgãos e sistemas como o cardiovascular e o sistema nervoso.

Nosso organismo produz vitamina D através da exposição solar. Ela também pode ser encontrada em alimentos como carnes, peixes, ovos e cogumelos. Porém, é importante ressaltar que a exposição ao sol é de extrema importância, pois ele faz com que a vitamina D fique ativa em nosso organismo.

Entenda isso melhor neste vídeo d a Dra. Laura Lúcia:

5 – Vitamina E

Assim como a vitamina D, a E também possui ação antioxidante, atuando na contramão dos radicais livres. Tem propriedades anti-inflamatórias, ajudando a melhorar o sistema imune e atuando na prevenção de doenças neurológicas, melhorando a resistência muscular e podendo ajudar em problemas de infertilidade. Oleaginosas, cereais e azeites são boas fontes de vitamina E.

Catarata, Alzheimer e Parkinson são doenças associadas à ausência de vitamina E no organismo.

6 – Vitamina K

A vitamina K exerce um papel fundamental para o processo de coagulação do sangue.

Além disso, ela também contribui para a síntese de proteínas ósseas, fortalecendo os ossos do nosso corpo.

As bactérias presentes em nossa flora intestinal produzem, em média, metade de quantidade de vitamina K necessária ao organismo. Já a outra metade adquirimos através de nossa alimentação.

Vegetais de cor verde escuro, fígado bovino e azeite são alimentos que podem ser inseridos na sua dieta para ter acesso à vitamina K.

E então, gostou de saber quais são as vitaminas essenciais para o bom funcionamento do nosso organismo?

Para evitar o déficit dessas substâncias e garantir uma melhor qualidade de vida, é fundamental que você adote uma dieta balanceada e saudável.

É importante que você consulte um profissional de saúde antes de ingerir qualquer tipo de produto de saúde, até mesmo vitaminas. E para ajudar médicos e pacientes durante os tratamentos, a Memed criou um sistema de emissão de receitas médicas digitais. Com ele, você recebe suas receitas diretamente em seu celular, via SMS ou WhatsApp.

Envie este link para seu médico e indique para ele esta facilidade GRATUITA: Prescrição Digital