26.3.2020

Guia rápido para farmácias: Dispensação eletrônica de medicamentos (receitas digitais) [Lista C1]

TIPOS DE RECEITUÁRIO & STATUS DE DISPENSAÇÃO:


1) Receituário de controle especial


Lista C1 (outras substâncias sujeitas a controle especial):

=> STATUS ATUAL: ACEITA PRESCRIÇÃO DIGITAL

LISTA – C1

LISTA DAS OUTRAS SUBSTÂNCIAS SUJEITAS A CONTROLE ESPECIAL

(Sujeitas a Receita de Controle Especial em duas vias)

ÚLTIMA ATUALIZAÇÃO: RESOLUÇÃO-RDC Nº 63, DE 17 DE OUTUBRO DE 2014

1. ACEPROMAZINA

2. ÁCIDO VALPRÓICO

3. AGOMELATINA

4. AMANTADINA

5. AMISSULPRIDA

6. AMITRIPTILINA

7. AMOXAPINA

8. ARIPIPRAZOL

9. ASENAPINA

10. AZACICLONOL

11. BECLAMIDA

12. BENACTIZINA

13. BENFLUOREX

14. BENZOCTAMINA

15. BENZOQUINAMIDA

16. BIPERIDENO

17. BUPROPIONA

18. BUSPIRONA

19. BUTAPERAZINA

20. BUTRIPTILINA

21. CAPTODIAMO

22. CARBAMAZEPINA

23. CAROXAZONA

24. CELECOXIBE

25. CETAMINA

26. CICLARBAMATO

27. CICLEXEDRINA

28. CICLOPENTOLATO

29. CISAPRIDA

30. CITALOPRAM

31. CLOMACRANO

32. CLOMETIAZOL

33. CLOMIPRAMINA

34. CLOREXADOL

35. CLORPROMAZINA

36. CLORPROTIXENO

37. CLOTIAPINA

38. CLOZAPINA

39. DAPOXETINA

40. DESFLURANO

41. DESIPRAMINA

42. DESVENLAFAXINA

43. DEXETIMIDA

44. DEXMEDETOMIDINA

45. DIBENZEPINA

46. DIMETRACRINA

47. DISOPIRAMIDA

48. DISSULFIRAM

49. DIVALPROATO DE SÓDIO

50. DIXIRAZINA

51. DONEPEZILA

52. DOXEPINA

53. DROPERIDOL

54. DULOXETINA

55. ECTILURÉIA

56. EMILCAMATO

57. ENFLURANO

58. ENTACAPONA

59. ESCITALOPRAM

60. ETOMIDATO

61. ETORICOXIBE

62. ETOSSUXIMIDA

63. FACETOPERANO

64. FEMPROBAMATO

65. FENAGLICODOL

66. FENELZINA

67. FENIPRAZINA

68. FENITOÍNA

69. FLUFENAZINA

70. FLUMAZENIL

71. FLUOXETINA

72. FLUPENTIXOL

73. FLUVOXAMINA

74. GABAPENTINA

75. GALANTAMINA

76. HALOPERIDOL

77. HALOTANO

78. HIDRATO DE CLORAL

79. HIDROCLORBEZETILAMINA

80. HIDROXIDIONA

81. HOMOFENAZINA

82. IMICLOPRAZINA

82. IMIPRAMINA

83. IMIPRAMINÓXIDO

84. IPROCLOZIDA

85. ISOCARBOXAZIDA

86. ISOFLURANO

87. ISOPROPIL-CROTONIL-URÉIA

88. LACOSAMIDA

89. LAMOTRIGINA

90. LEFLUNOMIDA

91. LEVETIRACETAM

92. LEVOMEPROMAZINA

93. LISURIDA

94. LITIO

95. LOPERAMIDA

96. LOXAPINA

97. LUMIRACOXIBE

98. MAPROTILINA

99. MECLOFENOXATO

100. MEFENOXALONA

102. MEFEXAMIDA

103. MEMANTINA

104. MEPAZINA

105. MESORIDAZINA

106. METILNALTREXONA

107. METILPENTINOL

108. METISERGIDA

109. METIXENO

110. METOPROMAZINA

111. METOXIFLURANO

112. MIANSERINA

113. MILNACIPRANO

114. MINAPRINA

115. MIRTAZAPINA

116. MISOPROSTOL

117. MOCLOBEMIDA

118. MOPERONA

119. NALOXONA

120. NALTREXONA

121. NEFAZODONA

122. NIALAMIDA

123. NOMIFENSINA

124. NORTRIPTILINA

125. NOXIPTILINA

126. OLANZAPINA

127. OPIPRAMOL

128. OXCARBAZEPINA

129. OXIBUPROCAÍNA (BENOXINATO)

130. OXIFENAMATO

131. OXIPERTINA

132. PALIPERIDONA

133. PARECOXIBE

134. PAROXETINA

135. PENFLURIDOL

136. PERFENAZINA

137. PERGOLIDA

138. PERICIAZINA (PROPERICIAZINA)

139. PIMOZIDA

140. PIPAMPERONA

141. PIPOTIAZINA

142. PRAMIPEXOL

143. PREGABALINA

144. PRIMIDONA

145. PROCLORPERAZINA

146. PROMAZINA

147. PROPANIDINA

148. PROPIOMAZINA

149. PROPOFOL

150. PROTIPENDIL

151. PROTRIPTILINA

152. PROXIMETACAINA

153. QUETIAPINA

154. RASAGILINA

155. REBOXETINA

156. RIBAVIRINA

157. RIMONABANTO

158. RISPERIDONA

159. RIVASTIGMINA

160. ROFECOXIBE

161. ROPINIROL

162. ROTIGOTINA

163. SELEGILINA

164. SERTRALINA

165. SEVOFLURANO

166. SULPIRIDA

167. SULTOPRIDA

168. TACRINA

169. TERIFLUNOMIDA

170. TETRABENAZINA

171. TETRACAÍNA

172. TIAGABINA

173. TIANEPTINA

174. TIAPRIDA

175. TIOPROPERAZINA

176. TIORIDAZINA

177. TIOTIXENO

178. TOLCAPONA

179. TOPIRAMATO

180. TRANILCIPROMINA

181. TRAZODONA

182. TRICLOFÓS

183. TRICLOROETILENO

184. TRIFLUOPERAZINA

185. TRIFLUPERIDOL

186. TRIMIPRAMINA

187. TROGLITAZONA

188. VALDECOXIBE

189. VALPROATO SÓDICO

190. VENLAFAXINA

191. VERALIPRIDA

192. VIGABATRINA

193. ZIPRAZIDONA

194. ZOTEPINA

195. ZUCLOPENTIXOL

ADENDOS DA LISTA C1:

1) Ficam também sob controle:


1.1.  os sais, éteres, ésteres  e isômeros das substâncias enumeradas acima, sempre que seja possível a sua existência;


1.2.  os sais de éteres, ésteres e isômeros das substâncias enumeradas acima, sempre que seja possível a sua existência.



2) Os medicamentos à base da substância LOPERAMIDA ficam sujeitos a VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA SEM RETENÇÃO DE RECEITA.


3) Fica proibido a comercialização e manipulação de todos os medicamentos que  contenham LOPERAMIDA ou em associações, nas formas farmacêuticas líquidas ou  em xarope para uso pediátrico (Portaria SVS/MS  n.º 106  de 14  de setembro  de 1994  - DOU 19/9/94).

4)  Só será permitida a compra e uso  do medicamento contendo a substância MISOPROSTOL em estabelecimentos hospitalares devidamente cadastrados junto a Autoridade Sanitária para este fim;

5) os medicamentos à base da substância TETRACAÍNA ficam sujeitos a: 

(a) VENDA SEM PRESCRIÇÃO MÉDICA - quando tratar-se de preparações farmacêuticas de uso tópico odontológico, não associadas a qualquer outro princípio ativo;  

(b) VENDA COM PRESCRIÇÃO MÉDICA SEM A RETENÇÃO DE RECEITA - quando tratar-se de preparações farmacêuticas de uso tópico otorrinolaringológico, especificamente para Colutórios e Soluções utilizadas no  tratamento de Otite Externa e;

(c) VENDA SOB PRESCRIÇÃO MÉDICA COM RETENÇÃO DE RECEITA - quando tratar-se de preparações farmacêuticas de uso tópico oftalmológico.

6) excetuam-se das disposições  legais deste Regulamento Técnico as substâncias TRICLOROETILENO, DISSULFIRAM, LÍTIO (metálico e seus sais) e HIDRATO DE CLORAL, quando, comprovadamente, forem utilizadas para outros fins, que não as formulações medicamentosas, e, portanto não estão sujeitos ao controle e fiscalização previstos nas Portarias SVS/MS n.º 344/98 e 6/99.


Para informações sobre as substâncias e suas concentrações permitidas acesse nossa planilha:


Para acessar a página inicial deste guia clique no botão abaixo:


Conheça as principais redes de drogarias que apoiam a receita digital hoje no Brasil.

Já são mais de 10.000 drogarias aptas a dispensar medicamentos eletronicamente e em breve essa informação também estará disponível para os pacientes na própria receita digital.

Compartilhe:
Saiba mais
Posts Relacionados